terça-feira, 19 de outubro de 2010

Os primeiros desafios


Acordamos cedo segunda-feira, tomamos café e esperamos ansiosos pela Andreia que viria nos salvar da falta de banho. Os planos eram almoçar no shopping e dar uma volta depois que ela resolvesse nosso problema. 

Ainda bem que o café da manhã foi reforçado pq até 14h nada da senhorita dar as caras. E pra piorar a situação o telefone do ap onde estamos só recebe chamadas.

Primeira dificuldade: Falta de água quente.

Segunda dificuldade: Falta de comunicação.

A solução foi esquentar água no fogão e tomar banho de canequinha TOTALMENTE EXCELENTE ¬¬. Depois do banho rústico resolvemos sair pra comer. No caminho paramos em uma lojinha tipo um armazém, que eles chamam de tienda, para usar um telefone. Ligamos para o celular da tal Andreia e estava desligado. TOTALMENTE EXCELENTE Parte Dois.

O jeito foi pegar um táxi e ir pro shopping Andino. Era feriado, dia festivo, como eles chamam aqui, mas todas lojas estavam abertas. Na praça de alimentação a maioria dos restaurantes são de hamburguesas ou pasta e eu não queria comer lanche, muito menos macarrão.

Comemos no George’s BBQ. Eles são bem chegadinhos em churrasco americano e tudo que se parece com um leva a sigla BBQ. Nosso almoço foi o mix que tem carne de porco, de gado, de frango e também uma linguicinha. As carnes vêm em uma chapinha e de acompanhamento escolhi arroz – LÓGICO – mas veio bem pouquinho. Eu e o Isac dividimos o prato, já que era bastante carne. 

Depois de comer fomos caminhar pelo shopping. Foi quando começou a me dar uma forte dor de cabeça. Acho q é em função da altitude, já estava esperando sentir alguma coisa. Além da dor de cabeça o nariz parece estar sempre com sujeira, uma produção de meleca impressionante...

Antes de ir embora fui ao banheiro, achei fantástico! Muito moderno. Tem um banheiro familiar, um só para crianças, o feminino e o masculino. O papel é biodegradável, feito para jogar no vaso sanitário. A descarga é automática. As pias têm um sistema inteligente para as torneiras, que são mais econômicas e para secar as mãos só naquelas máquinas de ar, só que aqui elas funcionam de verdade, e bem rápido. 

Voltamos para casa e eu me joguei na cama, a dor de cabeça tava bem forte. Depois de um tempo deitada no escuro a dor aliviou e resolvi ir pro computador tentar falar com alguém, só que a internet, ainda roubada do exército, não quis mais funcionar. A distração foi ficar fazendo cruzadinhas até a hora de dormir.

3 comentários:

Claudia Roennau disse...

meu deus esse blog ja esta super ativado, e eu nem sabia dele, mas deveria ter imaginado a sua existencia. to muito feliz com essa conquista do casal, to aqui torcendo pra q o banho volte a funcionar e vc tenha a sua tao querida internet.

beijossssssss e sucesso pra vcs

Jorge Jr. disse...

Saudade de um bom banho relaxante de canequinha.

Carla disse...

TOTALMENTE EXCELENTE acaba de ser adotado pra representar algo como ficar duas horas na fila pra Ressacada!!! hahaha!!! O melhor da vida é a gente poder rir das situações adversas! Torcendo por vcs sempre e POTAS, PEDE PRA ESSA GURIA AI E ARRUMAR A ÁGUA ATÉ A GENTE CHEGAR!!! bjs Carla