quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Em 2010...


Lá se vai mais um ano, e esse passou mais rápido do que qualquer outro. Em 2010 eu vivi ótimas experiências profissionais, como passar um mês cobrindo as férias do fotojornalista Mauricio Vieira no jornal Hora de Santa Catarina, do Grupo RBS. Foram os dias com a temperatura mais elevada de todos os tempos e eu saia todos os dias em pautas para suar e sorrir, gostei muito de viver um mês como repórter fotográfica.

Pouco mais de um mês depois saí do jornal e fui trabalhar na AMC, lugar onde pude aprender com o jornalista Fabrício Severino as malemolências da assessoria de imprensa. Lá vivi uma rotina de trabalho completamente oposta à do jornal. Trabalhei durante o dia, sabendo o que eram finais de semana e podendo planejar viagens nos feriados, foi ótimo!

Em fevereiro celebrei a melhor noite da minha vida, minha formatura. Muita emoção, tudo misturado. O êxtase de estar com meus melhores amigos comemorando uma importante conquista, a imensa tristeza de não ter meu pai naquele que foi uns dos momentos mais gratificantes para mim, logo ele, que tanto sonhou em ver a filha concluindo a faculdade...

Em maio, a primeira grande mudança da vida, o casamento. Foi a hora de juntar as escovas de dentes, os computadores e a vida a dois. Uma casa novinha, linda, com a nossa cara. Lugar onde, por quatro meses, reunimos a família e os amigos para jantares, muita conversa e risadas.

Em julho comecei a botar um dos meus projetos mais promissores, o programa #ProntoFalei, em prática. Seria um programa semanal veiculado na internet, um podcast sobre assuntos de Floripa, internet, novidades, um misturadão. Ao meu lado os jornalistas Gui Lira, Guima Cambri e Dani Coelho passaram a sonhar juntos. Chegamos a gravar dois programas, e percebemos que teríamos assunto para muitos outros...

Foi neste período, meio do ano, que o Isac falou sobre a idéia de irmos para Bogotá. No começo uma possibilidade, com o passar das semanas um fato. A partir daí foi adiar os meus planejamentos e pensar em uma mudança de vida ainda mais radical.

Em setembro a certeza que passaríamos dois meses na Colômbia. A cabeça, que já não pára, pensando em milhares de coisas ao mesmo tempo. Hora de olhar para nossa casa e dar um até breve, tímido, com vontade de levar tudo junto.

Outubro e novembro, dois meses de muito aprendizado. Vida longe de casa, da família, dos amigos, da cidade, da rotina. E eu, que detesto rotina, me vi com saudade da que eu tinha. Meses de ócio e a lembrança de que uma vida com trabalho e independência é muito gratificante. Foram dias de fazer novas amizades, de buscar compatibilidades, de compartilhar angústias e saudades.

Dezembro, hora de colocar tudo na balança. De lembrar das promessas de um ano melhor, não minhas, porque não farei lista de resolução para 2011. No ano que entra prefiro não pensar agora, por hora quero aproveitar os dias de férias em Floripa ao lado daqueles que tanto fizeram falta. Vou deixar para encarar a virada lá em fevereiro, aí sim eu penso em uma lista de objetivos para alcançar.

Meu desejo é, como sempre, comemorar as conquistas das pessoas que amo. Que 2011 seja ano da colheita, e novo plantio. Feliz Ano Novo para todos nós!


sábado, 11 de dezembro de 2010

Até logo mais

As malas estão prontas, ficaram há pouco tempo. Estão esperando para serem nossa companhia amanhã, no retorno para Floripa. Desta vez menos de duas horas foram o sufiente para colocar tudo dentro. Quando viemos para cá a opção era fazer caber tudo nas malas e caixas, agora foi bem mais tranquilo, já que as roupas de inverno ficaram todas no armário (amém!).

Metade dos volumes que vieram conosco

Hoje à tarde, indo para San Andresito buscar as últimas encomendas, tava pensando que teremos 3 horas arrancadas de nossas vidas. Sairemos daqui às 20h30 e chegaremos em São Paulo às 2h, em nossos relógios, mas serão 5h da manhã nos relógios do Brasil, aí lembrei imediatamente que essas horas já nos foram adiantadas, quando chegamos aqui. Sendo assim, nós e o tempo estamos quites.

Compartilhando esses pensamentos com o Isac ele me disse "Viemos seguindo o Sol, agora vamos voltar seguindo a Lua" achei isso a coisa mais poética que ele já disse até hoje, não vou esquecer nunca.

Em algumas horas estaremos voando para nossas férias. O blog entrará em recesso, mas não por muito tempo. Devo escrever mesmo não estando em Bogotá, mas não com tanta frequência, estarei, radiantemente, sem muito tempo livre. Então até qualquer hora que eu vá aparecer aqui de novo. Com certeza estarei diariamente no Twitter.

Besitos leitores, mando notícias ;)

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Prazer com as palavras

Não sei há quanto tempo ele estava lá, escondido naquela prateleira. Entre tantos títulos publicados por seu autor era o único disponível. Acho que esperava por mim. Meu primeiro Pedro Juan Gutiérrez, en español, veio de uma livraria de bairro. Quente e aconchegante. Com volumes espalhados por todas as partes. Daquelas frequentadas por quem sente prazer com o perfume dos livros.

Livraria ArteLetra, lugar que quero passar boas horas ano que vem

Desde sempre gostei de ler e escrever, mas não é por essa razão que escolhi o Jornalismo. Se fosse só por isso teria feito Letras, mas isso não vem ao caso, não quero me tornar prolixa... Teve uma época, durante a adolescência, que eu lia bastante, principalmente contos. Eu e a Cris éramos habitués da Biblioteca Pública Estadual, na Tenente Silveira, em Floripa. Nossa ficha era orgulhosamente preenchida a cada quinze dias, quando não semanalmente.

Com o tempo vieram os compromissos estudantis e profissionais, que passaram a ocupar mais horas dos meus dias do que eu gostaria, com isso o volume de leitura mensal foi diminuindo. Aqui em Bogotá recuperei minhas horas na companhia das palavras. Trouxe na mala os livros que ainda não tinha lido. Hoje terminei, enxugando as lágrimas, "A Menina que Roubava Livros" do autor australiano Markus Zusak. Já está na lista dos meus preferidos desde as primeiras páginas. Sou o tipo de leitora que circula, deixa marcas, nas frases que mais gosta, nesse foram vários rabiscos. Antes dele foram "O Símbolo Perdido", do Dan Brown, que ia fazer um ano no natal que ganhei. Li também "Leite Derramado" do Chico Buarque. Foram 1170 páginas em menos de dois meses, está bom, bem bom para quem estava fora de forma.


Agora dou uma pausa nas leituras em português, para me apegar às frases em espanhol. Domingo terei bastante tempo entre Bogotá e Floripa. Serão sete horas de voo, várias de aeroporto. Terei "Trilogía Sucia de Habana", do Pedrito, em uma mão e o dicionário na outra, os dois olhos bem focados. Não teria melhor professor de línguas, tinha realmente que começar com meu autor preferido.

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Muito assunto

Junte umas brasileiras faladeiras cheias de história e vontade de conversar. Sirva uns petiscos e um café e terá um encontro de cinco horas de muito papo. Assim foi minha tarde na companhia da Channa e da Mila.

Channa é carioca, tem dois filhos lindos e muita simpatia. Mais uma brasileira que está nesta terra acompanhando o marido. Mora em Bogotá desde agosto e há pouco mais de um mês encontrou o blog e passamos a nos falar por MSN. Foi ela quem me falou sobre o Grupo Aquarela e convidou para o almoço com as brasileiras.

Mila, Channa segurando o Davi e eu

Fui para casa dela às 15h. A Mila chegou perto das 17h, depois da aula de español. Saímos de lá depois das 20h. E se deixassem, o papo ia até a madrugada. Novos encontros já estão programados, o marido dela quer aprender a jogar pôquer, já tem fichinhas e tudo, qualquer noite dessas vamos para lá apostar umas moedinhas.

Fazer amizade é uma das coisas que mais gosto. Ainda mais aqui. Conversar, saber da história e trocar experiências faz muito bem para todas.

Que venham muitos encontros, churrascos, partidas de pôquer, festas de aniversário e tudo mais!

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Feliz Dia en Monserrate

Mesmo longe da família e dos amigos pude comemorar um ótimo aniversário. Foram muitas mensagens de felicitações, senti cada abraço, mesmo que virtual. Os primeiros parabéns foram ainda no dia 6, na segunda-feira à noite. A prima Cláudia e a tia Fátima estavam no MSN esperando a meia-noite, no Brasil, para falar comigo. Excepcionalmente, neste dia, meu horário oficial foi o de Brasília, aqui eram 21h, mas já estava comemorando o aniversário.


Depois foram os tuites, mais amigos no MSN, Orkut, Facebook e emails. Na manhã de terça-feira, aí sim dia 7, a Dinha me ligou. Foi ótimo! Saí para o momento mulherzinha, fui fazer a unha no salão aqui pertinho de casa. Quando voltei o marido me esperava com um lindo buquê de rosas!! A minha espera também o almoço feita pela Doña Benita, a senhorinha que vem uma vez por semana dar uma geral aqui em casa. Ela também me trouxe um regalo, morangos muito doces, que acompanharam o brigadeiro na sobremesa. Ela não conhecia brigadeiro, achou parecido com arequipe (doce de leite, coisa que é muito consumida por aqui).

Depois do almoço a espera pelo grande momento do dia, a ida ao Monserrate. Um dos passeios indispensáveis de Bogotá. Enquanto esperava para sair fui lendo mais recados, entre eles nenhum da minhã mãe e minha irmã. Não conseguia falar com elas de jeito nenhum, já estava até preocupada. Até que toca o telefone, nós já estávamos na rua e ouvi muitas vozes ao mesmo tempo. Era a família toda, mãe, mana, tia, prima e minha vó, todas cantando parabéns e desejando felicidades. Foi bem legal! Depois da ligação conseguimos pegar um táxi, que nos deixou na entrada do Monserrate.

Estação do bondinho

A 3.152m fica um antigo mosteiro (hoje atração turística). Lá de cima é possível ver toda a cidade. Assim como outros tantos lugares da capital o Monserrate também está iluminado. A chegada até o ponto mais alto de Bogotá pode ser através de bondinho ou de carro, nessa hora foi legal não ter carro, andar no bondinho é parte do pacote emoção do passeio. Escolhemos o final da tarde, para poder ver as luzes da cidade acendendo. É lindo demais!

Lááááá em cima

Poderia passar horas olhando para a cidade

Bogotá noturna

Depois de várias fotos, hora de jantar. O Isac fez reserva no San Isidro, que é francês, não podia correr o risco de ficar sem jantar especial no dia do aniversário. Ser francês não foi uma escolha, e sim a opção que nos atenderia. O cardápio é bem variado, cheio de ingredientes desconhecidos. A escolha foi por um peixe batatas e molho de queijo, não teria como dar errado. E foi uma ótima escolha, estava delicioso! Entre taças, talheres, guardanapos de pano e toda etiqueta, nos saímos bem.


Todo aniversário tem que ter bolo e vela, para assoprar e fazer pedido. Eu tive o meu. De pistache, enfeitado com morangos e carambolas, igualmente gostoso!



Foi a primeira comemoração de aniversário longe de casa, mas que nem por isso deixou de ser iluminado e emocionante.

Aniversário em Bogotá - Monserrate e dia das Velitas

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Parabéns para mim!!!

Desde criança conto os dias que faltam para chegar meu aniversário. É um dia tão especial, renovador, com tantos abraços, eu amo! Este ano os abraços da família e dos amigos ficarão para uma semana depois, mas serão todos como se fosse dia 7 de dezembro.

Meu dia de cumpleaños em Bogotá será comemorado com um passeio e jantar em Monserrate, que logicamente, será detalhado aqui. Enquanto aproveito meu dia, deixo duas músicas, entre muitas, que gosto muito.

 


segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Domingo de sol, visita e caminhada

Domingo é dia de almoço especial, de sobremesa e de passear. Nosso domingo teve tudo isso, em um maravilhoso dia de sol.

No almoço comemos a deliciosa lasanha que a Mila fez. Nossa primeira visita para almoçar, e já vem para preparar a comida, além de cozinhar me deu o primeiro presente de aniversário, uma linda caneca da cafeteria Juan Valdez. A sobremesa o clássico brownie com sorvete, não tem como enjoar.

Mila, nossa primeira visita cozinheira :)
Depois de muita conversa e comilança, era hora de aproveitar a temperatura amena, o sol e o céu azul. Saímos para caminhar. O destino foi a Zona Rosa, área que reúne os melhores bares, restaurantes e centros comerciais, que também está decorada para o Natal.

De casa até a Zona Rosa são quase 3km. (O Google Maps não calcula a distância das rotas em Bogotá #fail aí não tenho certeza, mas acho que é isso). Nas primeiras vezes que fomos até lá, onde também fica o Centro Comercial Andino, nosso transporte era o táxi. Conhecendo melhor a cidade passamos a ir de buseta, ontem me superei, fomos andando. A Mila está acostumada a caminhar longas distâncias, o Isac também não reclama, eu, saí de Floripa absolutamente sedentária (não me orgulho disso) caminhava da porta de casa até o carro, do carro para os lugares que queria chegar. Aqui estou caminhando bastante, e acho isso ótimo.

Além das luzes e árvores a decoração da Zona Rosa se destaca por atração bastante especial. De hora em hora, por 10 minutos, neva em uma das ruas. A Telmex, empresa de telefonia, montou uma estrutura para fazer nevar. São umas casinhas que lançam espuma, que quando está caindo parece neve mesmo. Além de divertido é emocionante. Por algum tempo todos entram no clima e brincam como se estivessem em uma nevasca de verdade. Eu, que não perco a oportunidade de fazer uma coisinha diferente, estava lá, animadona! Mais fotos podem ser vistas no link do álbum Navidad en Bogotá, no final do post.



A volta para casa foi de buseta, afinal estou praticando exercícios, mas não tanto. Foi um ótimo domingo, como dissemos, a Mila e eu, passamos muito bem! Amanhã, mais um dia emocionante, meu aniversário!!!!

Navidad en Bogotá

domingo, 5 de dezembro de 2010

Sorteio: Conheça o vencedor

Com a participação de 16 leitores a enquete "Qué es un durazno" está encerrada. O sorteio foi realizado ontem à noite e o resultado pode ser conferido no vídeo:

video


A participação
Ofereci três opções de resposta na enquete:
  • Um quadrúpede, parente do jumento: A opção não era essa, mas foi ela que motivou a brincadeira, porque foi em um parente de um jumento que pensei quando ouvi a palavra durazno. Foram 4 votos para essa, o meu, o do Isac (para não me deixar sozinha), do Carlos e da Kauana, que corajosamente pensam como eu!
  • Uma fruta: A opção correta. Durazno é um pêssego. Foram 15 votos, a maioria esmagadora, 71% dos participantes escolheram a segunda alternativa.
  • Uma pessoa que está sem dinheiro: Com 2 votos, dois leitores acharam a palavra familiar e apostaram no necessitado.

O total foi de 21 votos, sendo 16 válidos. O meu voto e do Isac não somam para o sorteio, teríamos então 19 concorrentes, porém 16 leitores deixaram seus comentários, e para participar do sorteio precisava votar e comentar, só assim eu saberia o nome de quem entrou na brincadeira.

O sorteio
Escrevi o nome de cada em um papelzinho, falei sobre todos e realizei o sorteio. E o grande vencedor (a) foi: Tchan tchan tchan... assistam o vídeo :P

Agradeço a participação de todos, foi muito divertido acompanhar os comentários e fazer o sorteio. Considero um sucesso!!! Já estou pensando em novas modalidades de promoção. Aguardem!

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Os primeiros (espero que de muitos)

Passei os últimos dois dias me divertindo com a brincadeira que inventei, a do sorteio. Cada nova participação é uma comemoração. Fora isso os dias que passaram foram de leitura, sono, poker no celular, nada muito emocionante.

Hoje fomos ao mercado fazer as compras para última semana antes das férias. No próximo domingo embarcamos para Floripa. Até lá terão sido 58 dias em Bogotá. Conhecemos bastante coisa, as brasileiras com quem converso dizem que nos saímos muito bem como desbravadores da cidade.

Na saída do prédio o porteiro gente boa disse que tinha uma correspondência para nós. Era o cartão postal que a Belisa mandou de Buenos Aires. Fiquei tão feliz, a primeira correspondência com meu nome!!!! As palavras escritas por ela são tão bonitas, fiquei emocionada, e quase envergonhada... no postal que escrevi e mandei para ela na semana passada não chego nem perto de um texto tão legal, desculpa aí Belisa, capricho bem mais no próximo, prometo!



No caminho para o Éx!to, desta vez fomos em um mais perto de casa, andando pela carreira 13 encontramos um sebo. Era a chance de comprar um livro do meu autor preferido, Pedro Juan Gutiérrez, em seu idioma oficial, ele é cubano. Para minha triste surpresa não havia nenhum, uma pena. Na falta de um do Pedrito comprei meu primeiro livro em espanhol "Los Cuentos de Oscar Wilde". A etiqueta do preço marcava $ 6.900, teve mais 20% de desconto e saiu por $ 5.520, muito bom!! O escritor é irlandês, uma homenagem ao Vicente, meu amigo que está indo para a Irlanda dia 11, e nem vai dar tempo de me despedir pessoalmente. Com o Vico aprendi a cavocar os sebos, ler autores que não escolheria sozinha, como o Bukowski, e conversar horas sobre assuntos aleatórios. Se a saudade dele já estava grande, agora vai ser ainda maior...


A busca por um livro do Gutiérrez continua, talvez em uma livraria eu encontre. E vai ser até bom um que já li em português, para facilitar minha vida e ganhar vocabulário, preciso aprender esse tal de espanhol logo, só no portunhol não vou muito longe...

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Sorteio: Partice você também!!

Durante o jantar no Archie's ontem eu e Isac conversávamos animadamente (meu nível de senso de humor alcançava a casa dos 105%), degustávamos uma boa aromática (chá feito com frutas e ervas que pode ser ótimo ou bem meia-boca dependendo do estabelecimento), quando ele disse uma palavra que me provocou um questionamento: O que é um durazno?

Aromática do Archie's, bem boa!

Na hora pensei em uma definição, que ele disse estar errada, dizendo em seguida a correta. Depois de rirmos alguns minutos pensei em fazer uma enquete. Quem responder até dia 12/12 vai concorrer a um prêmio. Se o ganhador morar no Brasil o presente será comprado em Bogotá, caso o vencedor do sorteio more em Bogotá o prêmio virá importado de Floripa!!! Um sorteio muito chique eu diria :P

A brincadeira funciona assim:
Passo 1: Os interessados devem responder a pergunta (que está aí ao lado, pertinho do arquivo do blog) com uma das três opções. Mas a resposta deve ser assinalada com a primeira coisa (entre as citadas) que vier a sua cabeça, não vale procurar no Google, senão não tem graça.

Passo 2: Depois de responder a enquete o leitor do blog deve deixar um comentário neste post, identificando-se e dizendo que respondeu e quer participar do sorteio.

Passo 3: Aguardar o resultado e a entrega do presente.

O sorteio entre os participantes será feito e apresentado (se for com papelzinho faço um vídeo, se for em algum site mostro o resultado), dia 12/12. Para participar a resposta não precisa ser a correta, basta responder com o que achar mais parecido com a palavra DURAZNO, mandar o comentário e torcer para ser o ganhador!

Sem dúvida não passa de uma brincadeira para me alegrar na semana do meu aniversário. E já vou avisando, se ninguém participar não vai ter presente de natal pra ninguém (o mãe, responde pelo menos tu né, assim não fica tão feio pra minha cara hehehe).


Update
Em um dia de promoção a participação foi muito legal! Como sou muito ansiosa tô louca para fazer o sorteio já. Vou deixar mais algumas horas. A antecipação do sorteio será só de uma semana, quase nada :P
Tenho certeza de que os participantes não vão ficar chateados, pelo contrário. Acho que tem bastante gente ansiosa como eu huhuhuhu.

E já estou pensando nos próximos sorteios, adorei a brincadeira!!!

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Passeando pela Ruta de Navidad

Em menos de uma semana completo 27 anos, mas algo aqui dentro de mim informa que ainda não fiz a transição para o mundo dos adultos... mesmo formada na faculdade, casada e morando bem longe da minha mãe... 

Explico: Tenho um paladar pouco aprimorado, me satisfaço comendo arroz, feijão, batata, uma carne simples, ou um sanduiche, talvez uma massinha da Mônica (como eu chamo miojo desde bem pequena). E não é só a falta de requinte para as refeições, tem também a parte de adorar luzes. Coisas que acendem, piscam, colorem, isso tudo chama minha atenção e me diverte. Provavelmente não é isso que defini ter um espírito jovem, acho que está mais para não querer crescer mesmo...

E faço toda essa introdução para finalmente dizer que estou encantada com a decoração de Natal em Bogotá. Já falei isso quando escrevi sobre ir patinar no gelo (mais um item para a lista da eterna criança). E para minha agradável surpresa a Mila, amiga brasileira que também está aqui, mandou para mim pelo Facebook um link falando sobre a Ruta de Navidad. Quando acessei o site já fiquei animada, muita cor, coisinhas se mexendo e a indicação de lugares, além da Plaza Bolívar, que estão decorados. Foi o suficiente para querer visitar TODOS!!

Imagem do site Ruta de Navidad, com todos locais decorados em Bogotá

Olhando no mapa identificamos o Corredor Centro, onde está a pista de patinação no gelo, essa já conhecemos. A próxima seria Corredor Norte, mas resolvemos ir até a Plaza Usaquén antes. Para nossa sorte choveu só durante o dia. Saímos de casa 19h para pegar a buseta que nos levaria até a praça. Hora de trânsito congestionado, levamos mais de um hora para fazer o trajeto. Como era um passeio sem horários marcados isso não foi um problema. Também nem tivemos chance de ficarmos entediados, quando entramos no ônibus tinha um carinha tentando vender incenso, e tentando tocar um instrumento (ou estava estragado ou ele realmente não sabia tocar aquilo), depois uma dupla entrou contando uma história triste e tentando vender balas, outra dupla, deste vez de cantores, apresentaram um rap sobre o Natal. Para esses dei umas moedas, eles me fizeram rir (outro item para lista não vou crescer nunca), por fim outro cantor, mas não era nada simpático e eu nem tinha mais dinheiro mesmo...

Despois de descer do ônibus e dar uma caminhadinha a chegada na praça encantou. Árvores de Natal, luzes, sons, um ótimo clima de final de ano. Tirei algumas fotos, posei para outras e depois de umas voltinhas fomos jantar.


Plaza de Usaquén, uma das localidades da Ruta de Navidad
Nem precisa gostar de luzes para achar lindo
Essa árvore com estrelas rosas me lembrou a Mel

O escolhido foi o Archie's, restaurante de comida italiana que ainda não tinha ido. Pedimos um prato de massa com salmão, uma delícia!!!! Em 46 dias aqui comi mais salmão que na minha vida inteira. Antes comia na casa do sogro, e olhe lá. Sempre que tem no cardápio aqui eu peço, pratos com peixe não me decepcionaram até agora.

Depois da janta fomos até o Centro Comercial Hacienda Sta Bárbara, onde fomos assistir Harry Potter na semana passada. Naquele dia fiquei querendo tirar foto da decoração do shopping mas estava sem a câmera, como é pertinho da praça fomos até lá aproveitar a oportunidade. A árvore grande que tinha na semana passada foi trocada de lugar, e ainda está sendo remontada, não estava tão bonito como naquela noite, mas as outras árvores pequenas renderam fotinhos também. 

Decoração da entrada principal do Hacienda Sta Bárbara

Agora já conhecemos dois lugares da Ruta de Navidad. Provavelmente não vamos conhecer todos, mas outros dois estão na lista, o Corredor Norte e o Monserrate, um mosteiro que fica na montanha, mais perto ainda do céu do que já estamos, a 3.152 metros acima do nível do mar. É um dos passeios imperdíveis de Bogotá. Lá de cima é possível ver quase toda a cidade, e à noite, com as luzes acesas deve ser ainda mais emocionante. Dois restaurantes atendem os visitantes, vamos jantar em um deles na noite do meu aniversário. Serão mais luzes, mais árvores de natal e mais sorrisos.

Navidad en Bogotá