sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Os primeiros (espero que de muitos)

Passei os últimos dois dias me divertindo com a brincadeira que inventei, a do sorteio. Cada nova participação é uma comemoração. Fora isso os dias que passaram foram de leitura, sono, poker no celular, nada muito emocionante.

Hoje fomos ao mercado fazer as compras para última semana antes das férias. No próximo domingo embarcamos para Floripa. Até lá terão sido 58 dias em Bogotá. Conhecemos bastante coisa, as brasileiras com quem converso dizem que nos saímos muito bem como desbravadores da cidade.

Na saída do prédio o porteiro gente boa disse que tinha uma correspondência para nós. Era o cartão postal que a Belisa mandou de Buenos Aires. Fiquei tão feliz, a primeira correspondência com meu nome!!!! As palavras escritas por ela são tão bonitas, fiquei emocionada, e quase envergonhada... no postal que escrevi e mandei para ela na semana passada não chego nem perto de um texto tão legal, desculpa aí Belisa, capricho bem mais no próximo, prometo!



No caminho para o Éx!to, desta vez fomos em um mais perto de casa, andando pela carreira 13 encontramos um sebo. Era a chance de comprar um livro do meu autor preferido, Pedro Juan Gutiérrez, em seu idioma oficial, ele é cubano. Para minha triste surpresa não havia nenhum, uma pena. Na falta de um do Pedrito comprei meu primeiro livro em espanhol "Los Cuentos de Oscar Wilde". A etiqueta do preço marcava $ 6.900, teve mais 20% de desconto e saiu por $ 5.520, muito bom!! O escritor é irlandês, uma homenagem ao Vicente, meu amigo que está indo para a Irlanda dia 11, e nem vai dar tempo de me despedir pessoalmente. Com o Vico aprendi a cavocar os sebos, ler autores que não escolheria sozinha, como o Bukowski, e conversar horas sobre assuntos aleatórios. Se a saudade dele já estava grande, agora vai ser ainda maior...


A busca por um livro do Gutiérrez continua, talvez em uma livraria eu encontre. E vai ser até bom um que já li em português, para facilitar minha vida e ganhar vocabulário, preciso aprender esse tal de espanhol logo, só no portunhol não vou muito longe...

3 comentários:

vimviecurti disse...

Paulinha, fiquei boba pelo post e a foto do cartão postal.. emocionada e envergonhada também haha Relaxa, a emoção de receber um cartão postal já é suficientemente boa( eu e você sabemos, para quem está longe... toda demonstração de afeto é muito importante).
Em floripa agente se encontra pra praticar o español, que tal?! hahah
besos

Ana Paula Gonçalves disse...

Realmente, longe de casa experimentamos sentimentos distintos, é bem interessante. Com certeza quero praticar o espanhol em Floripa, podemos ir pra Canas hauahauhauaha, brincadeira, mas na beira da praia, de certeza ;)
Besitos!!!

Alberto Costa disse...

Será bom ver vocês de novo. Marquem festa e a gente vai lá, ok?